25 de outubro a
3 de novembro de 2013
Centro Cultural e de
Exposição Ruth Cardoso
03/11/2013
Livro com pequenos poemas é destaque na Praça dos Autógrafos
Mínimos, múltiplos, incomuns - O livro das ruminâncias foi um dos lançamentos da Bienal

Myllena Diniz – estudante de Jornalismo

Na tarde de sábado (2), o público da 6ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas foi convidado a participar do lançamento de Mínimos, múltiplos, incomuns - O livro das ruminâncias. Pequeno em tamanho, mas grande em conteúdo, a obra do jornalista Francicarlos Diniz é um verdadeiro coquetel de “achados” e “achismos”. O ponto de encontro entre autor e leitores foi a Praça dos Autógrafos, no Centro de Convenções de Maceió.

Entre trocadilhos curtos e pontiagudos, a obra do paraibano Francicarlos Diniz desmonta e remonta palavras e conceitos. Em 125 páginas, o livro reúne mínimos poemas, múltiplos significados e incomum inspiração. Pequenos poemas gráficos e sonoros dão novas roupagens às palavras, por meio de ironias e reflexões.

Mínimos, múltiplos, incomuns é um livro de leitura fácil, baseado em estilos clássicos da literatura e na comunicação contemporânea. “O livro contém pequenos poemas-trocadilhos e minicontos – alguns em formato de haikai –, que abordam vários temas da sociedade. O intuito é criar um jogo de palavras, de forma bem-humorada e irônica”, ressaltou o autor.

Jogo de linguagem, brincadeira com as palavras e trocadilhos são marcas da obra, que agrada a todas as gerações. Segundo Francicarlos, o livro é fruto postagens feitas nas internet. “A ideia surgiu a partir de publicações feitas nas redes sociais, nas quais eu dava uma nova roupagem à informação. Os fatos cotidianos passaram a ser divulgados de forma lúdica e as pessoas gostaram. Isso mostra que as redes sociais podem fortalecer o mercado editorial de livros. As mídias são complementares, não concorrentes”, destacou.

Participação na Bienal

Alagoano de coração, Francicarlos Diniz aproveitou a breve passagem por Maceió para participar do maior evento literário e cultural da região. Para ele, o evento amplia a relação entre escritor e leitor. “A Bienal possibilita a troca de experiências com autores de gêneros textuais diversos, bem como o contato direto com o público. Aqui, nós temos a oportunidade de ouvir o leitor e receber um feedback imediato”, avaliou.

O lançamento oficial de Mínimos, múltiplos, incomuns foi realizado em Brasília, pela Editora Thesaurus, no mês de outubro.

O autor

Francicarlos Diniz possui pós-graduação em Marketing pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e extensão universitária em Redação pela Universidade de Brasília (UnB). O jornalista já editou as colunas Português em Gotas Língua Afiada, publicadas nos jornais Tribuna de Alagoas (Maceió), Alagoas em Tempo (Arapiraca) e A União (João Pessoa). Ele também é autor do livro Coisas do Português – A língua nossa de cada dia e instrutor de comunicação administrativa na Universidade Corporativa do Banco do Brasil.

 

Realização
Patrocínio
País Homenageado
Patrocínio Cultural
Gráfica Oficial
Apoio