História e memória das Ciências Sociais em Alagoas

R$ 30,00

Este livro pode ser considerado parte de um “mergulho nas Alagoas” como descreveu umas das autoras, porque nos conta, na sua primeira metade, em forma de painel, o perfil e a obra de cientistas sociais alagoanos migrados, que escreveram sobre a realidade brasileira, ainda no século XIX e depois, no século XX,  a exemplo de Tavares Bastos, Octávio Brandão ou Manuel Diégues Júnior. Não foram esquecidos outros intelectuais alagoanos, de gerações posteriores que, trabalhando em Alagoas, contribuíram fortemente para a formação do pensamento social e para a tradução da realidade local, como Théo Brandão, Dirceu Lindoso e Luiz Sávio de Almeida.

Organizadores: Luciana Santana; Bruno César Cavalcanti; Ruth Vasconcelos

Páginas: 222 p.

Editora: Edufal

Edição: 1.ed (2018)

Idioma: Português

 ISBN: 978-85-5913-058-4